Direito ao Esquecimento

Código: 9786500094237 Marca:
R$ 53,70
até 12x de R$ 5,25
Comprar Estoque: 5 dias úteis
    • 1x de R$ 53,70 sem juros
    • 2x de R$ 27,49
    • 3x de R$ 18,75
    • 4x de R$ 14,38
    • 5x de R$ 11,70
    • 6x de R$ 9,88
    • 7x de R$ 8,58
    • 8x de R$ 7,55
    • 9x de R$ 6,75
    • 10x de R$ 6,15
    • 11x de R$ 5,66
    • 12x de R$ 5,25
  • R$ 53,70 Boleto Bancário
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

O presente estudo tem como objeto análise e entendimento da categoria de direito subjetivo compreendida como Direito ao Esquecimento e a possibilidade de sua aplicação na sistemática jurídica brasileira. O objetivo deste trabalho foi explorar o conflito surgido, em determinadas situações, entre os direitos da personalidade e a liberdade de imprensa/livre acesso à informação, em quais situações o Direito ao Esquecimento é cabível e quais critérios devem ser observados pelo julgador quando do julgamento dos casos concretos. Além disso, buscou-se compreender a responsabilização civil em decorrência da violação de tal direito. Para o alcance das proposições aqui feitas, propôs-se o estudo do surgimento do Direito ao Esquecimento, comparando a legislação brasileira àquelas adotadas por países como Estados Unidos, Alemanha e França, bem como a verificação de casos concretos de notória relevância à temática no Brasil e no estrangeiro. Analisou-se também o surgimento da tutela dos direitos da personalidade, inclusive em sua dimensão inibitória e indenizatória. Tratou-se, igualmente, do conflito normativo existente entre, de um lado, a privacidade, a vida privada e a intimidade; e, de outro, a liberdade de imprensa e acesso à informação. Ao final, concluiu-se pela possibilidade de aplicação do Direito ao Esquecimento, o que deve ser feito com base na apreciação do caso concreto, verificando se a informação é de domínio público, se sua divulgação vem sendo feita de forma contextualizada, se os direitos da personalidade estão sendo preservados, a utilidade e atualidade da informação. Outra alternativa viável é a utilização da racionalidade discursiva, devendo o julgador formular decisão capaz de preservar o maior número possível de princípios. Acredita-se que, assim, promover-se-á a proteção ótima e efetiva dos interesses dos envolvidos.

R$ 53,70
até 12x de R$ 5,25
Comprar Estoque: 5 dias úteis
Sobre a loja

A Expert Editora seu objeto é a publicação de coletâneas, textos monográficos, dissertações e teses de relevância, produzidos por escritores, pesquisadores e professores renomados, vinculados às mais tradicionais e inovadoras instituições de ensino superior, proporcionando ao leitor acesso às suas obras em todos os meios e plataformas digitais e livros impressos.

Social
Pague com
  • Mercado Pago
  • Mercado Pago
Selos
  • Site Seguro

EXPERT EDITORA - CNPJ: 13.369.869/0001-50 © Todos os direitos reservados. 2021